Campanhas de Marketing

Muitas foram as campanhas de marketing em que de alguma maneira estive envolvida. Em cada uma dessas ações aprendi o quanto cada campanha é diferente uma das outras. Não há simetria, não há receita de bolo. Mas em todas há um pattern muito característico: a comunicação integrada, além da boa criatividade publicitária, são a alma do negócio.

Destaco aqui a campanha da Empresa Metropolitana de Transporte Urbanos (EMTU/SP), vinculada à secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, para a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista. A campanha foi considerada um case não pelo investimento, como também para assertividade nos resultados. Esta campanha de marketing foi realizada pela agência de publicidade Contexto.

Esta campanha contou com ativações em Santos e São Vicente, como grafitismo nos tapumes das obras e também um mockup em tamanho real das futuras estações e do trem, considerado moderno para os padrões brasileiros. Este foi o primeiro VLT no Brasil a entrar em circulação, em janeiro de 2016, e faz a ligação entre São e São Vicente, na Região Metropolitana da Baixada Santista.

Nesse vídeo já podemos ver o empreendimento entregue e sendo operado pela BR Mobilidade.

Fonte: EMTU (acessado em 17/11/20)

O VLT da Baixada Santista antes de nascer!!!
Uma obra colorida. Os tapumes das obras do VLT com o grafismo de artista local.
O dia em que foi inaugurado o mockup da estação e do veículo do VLT em Santos.

Comunicação Integrada e planejada

As ações de comunicação da campanha de divulgação do VLT da EMTU foram assertivas. Durante todo o período da obra do empreendimento a população das duas cidades foi impactada continuamente sobre os benefícios deste sustentável e novo modal no Brasil. Quem passar pela Baixada Santista hoje poderá ver que o simpático veículo é exatamente igual ao apresentado ainda na fase de planejamento do empreendimento. À época em que estávamos elaborando a campanha costumávamos dizer que ele – o veículo – era charmoso e convidativo. Uma quebra para melhor na paisagem das duas cidades. Em alguns trechos, como de hábito quando infraestruturas em mobilidade sobre trilhos chegam, muitas áreas degradadas voltaram a ter vida ativa.