Premio Musique – Estadão

crédito|Paulo GuimarãesO Prêmio Musique, criado pelo Estadão em março de 2010, unia artista consagrado com artista pouco conhecido do grande público. Com letras inéditas de músicos brasileiros, o jornal paulista conseguia mobilizar centenas de pessoas em prol da música. Foram cinco edições e uma especial, na qual um dos cinco vencedores foi tocar no palco Sunset, do Rock in Rio, em outubro de 2011. E quem acabou tocando foi o carioca Rafah, da banda F292, vencedor da terceira edição. Os artistas Arnaldo Antunes, Tom Zé, Dinho Ouro Preto, Sérgio Dias doaram letras inéditas que foram musicadas pelos milhares de concorrentes. Os vencedores foram respectivamente: Oleives (MG); André Lima (MG); Rafah – F292 (RJ) e Nino Antunes (SP). Os pais do cantor e compositor Cazuza, morto em 7 de julho de 1990, Lucinha e João Araújo cederam uma das músicas inéditas do filho para a quinta edição do prêmio e quem se tornou parceiro do artista do Barão Vermelho foi o paulista Sérgio Bello.

O projeto terminou no final de 2011. A votação popular para a escolha do artista que tocaria no Rock in Rio reuniu mais de 340 mil cliques. E as vozes de Dandara Modesto e Renata Pizzi  – intérpretes dos vencedores André e Sérgio – tornaram-se mais conhecidas do público em geral.

Para fechar com chave de ouro o projeto, Roberto Frejat levantou o público no Teatro do Sesc Pinheiros, em São Paulo. Noite que contou com a presença dos pais do Cazuza e de artistas, como o pianista do Zimbo Trio Amilton Godoy. Meu amigo querido Zé Nogueira, também estava por lá.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.